#Mineralogia - Propriedades Físicas dos Minerais :: Geminação e Epitaxia - Sobre Geologia

02/04/2017

#Mineralogia - Propriedades Físicas dos Minerais :: Geminação e Epitaxia

Neste artigo da série Mineralogia, iremos falar um pouco sobre a Geminação, também conhecido como Macla.

Introdução


A geminação é uma propriedade física que frequentemente ajuda os geólogos na identificação de alguns minerais sem nenhum tipo de teste, apenas com os aspectos visuais, o que ocorre muito frequentemente pelo fato de geralmente não encontrarmos formações tão perfeitas e evidentes quanto àquelas vistas nos livros.

Macla de Interpenetração de Estaurolita(formato de cruz).
Fonte: By Rob Lavinsky, iRocks.com – CC-BY-SA-3.0, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=10122363
Quando os cristais estão agrupados de forma ordenada, formando agregados cristalinos que exibem padrões de intercrescimento entre os mesmos, é possível classificar estes padrões e reconhecê-los de forma visual. Isso caracteriza uma macla ou geminação.


Este crescimento ordenado pode ocorrer entre cristais de diferentes ou igual composição mineralógica. Caso a geminação ocorra com dois minerais diferentes, é denominado então de Epitaxia. Caso contrário, chama-se de macla e crescimentos paralelos.

Epitaxia


A epitaxia produz um efeito visual muito visível e distinto, e ocorre quando um mineral cresce ao redor ou sobre um outro mineral, de forma de ambos venham a ter a mesma forma de crescimento. 

Wulfenita(laranja) de crescimento epitaxial com Cerussita(branco)
Fonte: https://br.pinterest.com/source/gorgeousgeology.tumblr.com

Macla

A macla ocorre quando o padrão de crescimento é constituído de apenas de 1 mineral, e se desenvolve a partir do intercrescimento ordenado pela leis cristalográficas e de simetria entre 2 ou mais cristais de mesma composição mineralógica.

A palavra "macla" significa "união de dois cristais gêmeos de acordo com uma lei definida". 

As maclas são classificadas com base nos operadores de geminação, que são os elementos de simetria da geminação, e a forma com a qual estão relacionados, seja em relação a planos ou eixos de rotação, define os tipos de macla. A quantidade de indivíduos e o mecanismo de formação também são fundamentais para a classificação.

Tipos de Macla

  • Polissintética: superfícies. Ex.: Albita
Geminação Polissintética.
Fonte desconhecida.
  • Regular(plana): causada pelo contato das superfícies dos indivíduos que compõem a geminação. Ex.: Calcita
Geminação Regular.
Imagem: Blog Sobre Geologia

  • Irregular: ocorre a interpenetração dos cristais. Ex.: Estaurolita
Geminação de Interpenetração.
Fonte desconhecida.
  • Cíclica: superfícies com planos não paralelos. Ex.: Crisoberilo
Geminação cíclica.
Fonte desconhecida.
Existem algumas maclas muito conhecidas, são elas:
    • Geminação do Japão no Quartzo;
    • Geminação Carlsbad(interpenetração) no Ortoclásio;
    • Geminação Albita-Periclina no Microclínio;
Geminação Carlsbad em Ortoclásio.
Fonte desconhecida.
Geminação Albita-Periclina.
Fonte desconhecida.
Quartzo com geminação do Japão.
Foto autoral.


Crescimentos paralelos

Quando há elementos geométricos e eixos cristalográficos paralelos em toda a estrutura do cristal, denomina-se então o "crescimento paralelo".

O exemplo mais comum que temos são as drusas de quartzo, como mostrado na figura abaixo.

Drusa de quartzo com crescimentos paralelos em alguns cristais.
Fonte: https://www.cristaisaquarius.com.br/drusa-de-quartzo-tangerina-55g

Referências:

  • DANA, James. HURLBUT, Cornelius. Manual de Mineralogia 1ª Ed. 1969;
  • KLEIN, Cornelis. DUTROW, Barbara. Manual de Ciência dos Minerais 23ª Ed. 2012;

Nenhum comentário:

Por favor, duvidas, sugestões e comentários construtivos serão sempre bem vindos :)